Desafio Raw – Dia 9

Mais um magnífico dia de sol. Embora consiga ver a beleza dos dias cinzentos, dos dias chuvosos, da trovoada e do vento, o Sol tem um poder que vai além daquilo que nos parece óbvio… o Sol alimenta-nos. Isso é cada vez mais claro para mim. É um facto que, quando apanho sol, o apetite reduz drasticamente, às vezes até desaparecer. Nestes dois dias, em que tem estado este tempo luminoso, tenho passado longos períodos de tempo deitada na varanda, e o meu corpo nada mais pede. Eram 15h30 quando me apercebi que ainda não tinha comido nada, fiz um batido, mais pelo hábito, do que por real vontade e passei o resto do dia sem fome até perto das 21h, hora em que decidi fazer uma salada e um sumo. Em nenhuma das refeições senti aquela vontade doida de comer antes… se calhar é mesmo assim, quando nos alimentamos dos elementos correctos, já não existem aqueles ataques de fome que dão por alimentos cozinhados.

Quero sublinhar que eu não estou a tentar seguir uma dieta de restrição calórica. Eu acredito que, quando comemos alimentos adequados – frutas, legumes, frutos secos e sementes – não tem de existir restrição calórica, podemos consumir a quantidade que queremos de frutas e legumes, sem prejuízo de algum tipo. Quanto aos frutos secos e sementes, numa dose moderada, só nos fazem bem, mas também não sou a favor de dietas cruas em que os frutos secos são os reis. Digo isto porque, como podem verificar, há dias em que como menos, e não quero que passe a falsa ideia de que estou a tentar emagrecer ou limitar a abundância de alimentos que considero saudáveis e perfeitos.

Tudo que comi no dia de hoje:

– 1,4l Batido com 10 bananas + 1manga + uma folha de couve roxa + salsa + 2tâmaras

WP_20150218_15_23_55_Pro

– 400ml de sumo de tangerina (20 unidades)

– Salada com rúcula, tomate, pepino, cajus, limão, azeite e pitada de sal

IMG_7740

Se pudesse descrever o prazer que tive com esta refeição da noite… Uau… Enquanto a comia, só pensava “Não trocava esta refeição por nenhum outro tipo de alimento do mundo!!!”. Incrível mesmo… Podiam aparecer com frutas, batatas, lasanhas e pizzas, que, naquele momento, não trocava por nada, aquela era a refeição mais perfeita do mundo

Gratidão ❤

Anúncios

Grata pelo feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s