Desafio Raw – Dia 24

O meu corpo tem-me pedido mais laranjas e água e menos frutas densas, como bananas ou tâmaras. Estas mudanças de apetite e de ingestão calórica, não me assustam ou preocupam. O que eu quero é limpar o meu organismo e nutri-lo da melhor forma, e isso nem sempre significa dar-lhe alimentos a toda a hora. Dar descanso ao corpo, comendo menos ou jejuando, é extremamente benéfico.

Duas grandes lições que tenho aprendido com a alimentação vegana crudívora (maioritariamente crua, não necessariamente a 100%):

– Não é preciso perdermos horas no ginásio ou a correr, para sermos magros e saudáveis

– Não temos de passar fome para emagrecer

Se comermos os alimentos correctos, não precisamos matar-nos a fazer exercício físico. Uma coisa é fazer com entusiasmo e paixão, há quem aprecie a intensidade duma maratona ou de horas num ginásio, outra coisa é suarmos todos os dias, só porque acreditamos que é a única forma de conseguimos descer e manter o peso. Podemos ter uma alimentação abundante, sem restrições calóricas, desde que comamos os alimentos correctos. Sim, se comermos fruta, podemos comer na quantidade que desejarmos, sem engordar. Podemos comer vegetais crus na quantidade que desejarmos. E, se comermos hidratos de carbono ou legumes cozinhados sem gordura, também podemos comer sem medo de engordar. Eu sei que isto vai contra as guidelines da esmagadora maioria das dietas e planos alimentares, mas nem sempre a maioria está correcta, e estes tempos têm sido preciosos a mostrar-nos isso mesmo…

Dica: experimentem começar por fazer uma refeição crua, por exemplo, o pequeno almoço. Se substituírem o pequeno almoço típico de pão, cereais, leite, por um batido de frutas com vegetais, já estão a dar um grande passo pela vossa saúde. Lembrem-se, batidos com frutas e vegetais, sem leite, sem bebidas vegetais. Tentem ir aumentando a quantidade de fruta. Inicialmente é difícil comer mais do que meia dúzia de peças de fruta, mas, com o tempo, torna-se mais fácil. Ao aumentarem a ingestão de fruta na refeição da manhã, menos probabilidade têm de comer em excesso nas refeições seguintes. Se o vosso corpo vos pede açúcar (eu tinha sempre cravings por açúcar ao início da tarde), é sinal que estão a comer pouca fruta. Comendo fruta suficiente, o corpo não pede bolos ou bolachas. Enquanto vos der sinal que precisa de açúcar, aumentem a fruta.

Tudo que comi neste dia:

– 8 laranjas inteiras

InstagramCapture_5cceeb97-a0cb-4d4b-b86e-321f15b84f0f

– 2 fatias de bolo cru. Deixo-vos a receita deste magnífico bolo que foi, sem dúvida, o melhor bolo que comi na minha vida. Não coloquei, por esquecimento, as amêndoas em pó, mas ainda bem, porque o bolo ficou delicioso, e com menos gordura que na receita original

Este tipo de receita, deve ser algo pontual, pois contem uma grande dose de frutos secos. Fiquei tão entusiasmada com o resultado, que saí de casa para oferecer a alguns familiares e amigos. Toda a gente adorou, nem queriam acreditar que era cru e totalmente sem açúcar.

WP_20150305_16_19_08_ProWP_20150305_16_17_37_Pro

– Salada com um pepino e duas cenouras raladas

– Arroz branco com estufado de tomate, pimento, courgette e um pouco de tofu biológico.

WP_20150305_20_41_02_Pro

Anúncios

Grata pelo feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s