O Sol e o cancro – Desafio Raw – Dia 25

Sol est remediorum maximum – O sol é o melhor remédio.” Plínio, historiador Grego

De acordo com o Dr. Bernarr Zovluck, D.C, num artigo chamado “Sick? Well?… sunbathing helps you and everyone”:  Os protectores solares podem, na verdade, aumentar o risco de cancro, como propuseram pesquisadores num artigo publicado em Janeiro de 1993, no “Annals of Epidemiology”. Esses pesquisadores afirmaram que, os protectores solares, que bloqueiam os raios UVB, têm contribuído para aumentar a incidência de cancro da pele, pelo facto de impedirem um dos mecanismos de alarme natural do corpo: as queimaduras solares (como impedem as queimaduras – que seriam um aviso claro de que estamos há tempo demais debaixo do sol, passamos a estar mais horas sob o sol, sem queimar e aí, sim, aparecem os problemas), Os pesquisadores também provaram que, por causa dos raios UVB serem a fonte principal de vitamina D, e porque a vitamina D pode inibir a progressão do melanoma, os protectores solares, ao bloquearem os raios UVB, podem promover deficiências de vitamina D e causar melanomas.”

De acordo com a Dr.ª Roe Gallo, no seu livro OTM: “Óculos de sol, são prejudiciais, já que a habilidade do corpo de se proteger de quantidades excessivas de sol está ligada à percepção natural da intensidade do sol. Quando está sol, as pupilas contraem-se e, assim, o sol entra apenas através duma pequena abertura. Na parte traseira das pupilas, estão as células de melanina. Quando os raios de sol entram em contacto com as pupilas, o cérebro manda uma mensagem às células de melanina, para libertarem um pigmento escuro para todo o corpo, para proteger a pele dos danos causados pelo sol. Quando usamos óculos escuros, as lentes escuras enganam os nossos olhos, interferindo na protecção natural da pele. Queimaduras e cancro de pele são o resultado.”

Eu confio no Sol, não uso protector há muitos anos. Tal como, noutros aspectos, aprendi a escutar o meu corpo, e ele diz-me claramente quando devo sair debaixo do sol. Não é agradável estar a estorricar ao sol horas e horas, o corpo dá sinais claros de que não é algo benéfico, a pele aquece demais, os batimentos cardíacos aceleram. Se usamos protector, a pele não queima da mesma forma, perdemos a noção de que estamos há tempo demais debaixo do sol, achamos que podemos estar o dia todo, pura e simplesmente porque não queimamos. Isso está errado, porque além de estarmos a ser prejudicados pelo excesso de horas debaixo do sol, ao usarmos protector, não recebemos vitamina D suficiente, e ela é primordial para a nossa saúde.

Tudo que comi neste dia:

– 8 laranjas

– 4 bananas

– 2 fatias do bolo cru de ontem

WP_20150306_14_14_04_Pro

– 1 litro de sumo de maçã (1º dia de preparação para limpeza de fígado e vesícula com os sais de Epsom) WP_20150306_20_05_06_Pro

– 2 tigelas grandes de sopa com batata, courgette e couve

WP_20150306_21_48_17_Pro

Anúncios

Grata pelo feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s