Desafio Raw II – Dias 16 e 17

Eu não faço uma alimentação comum, com horários comuns, com pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar. Eu vou comendo. Eu não me forço a comer a mesma quantidade todos os dias, há dias em que como pouco, noutras muito e isso funciona para mim. Funciono mais com liberdade de quantidades e horários, do que a  olhar para o relógio, a comer de x em x tempo, quantidades rígidas. Há dias em que quase não me lembro de comer, noutros parece que é a única coisa em que penso.

O meu conselho: explorem! Experimentem, eliminem já o que faz pior: as carnes, ovos, lácteos, açúcar branco, farinhas refinadas, gorduras cozinhadas. Foquem-se em aumentar a fruta, pode ser inteira, pode ser em batidos, sumos, aumentem as saladas, sopas. Se querem comer pão de vez em quando, comam-no com vegetais, em vez de o encherem de gordura ou fruta com açúcar. Não se fixem em quantidades, dêem liberdade a vocês mesmos para explorar, mas tentem que o explorar seja divertido, que seja estimulante para o paladar. Se comem algo que não vos dá prazer, tentem trocar por outra coisa. Eu, por exemplo, não tenho prazer em comer fruta aos quadrados misturada num prato. Não gosto, acho aborrecido. Para mim os batidos fazem sentido, os sumos também, porque me dão mesmo muito prazer, mas sei que para outras pessoas o líquido não é cativante. Por isso, explorem! Mas façam-no usando aquilo que vos faz bem, os alimentos simples, mesmo que cozinhados. Se querem comer lentilhas, comam, mas cozinhem sem gordura. Usem temperos, até sal, mas retirem a gordura aquecida. É uma questão de hábito apenas. Dentro do saudável, há muita coisa a experimentar. Não descartem o cru porque não gostam de saladas. Tentem comer saladas com molhos novos, tentem comer os verdes num sumo ou batido. E quanto mais aumentarem os crus, mais verão que o vosso paladar se refina, vão perceber que uma salada que antes não vos saciava quando misturada com arroz e carne, agora vos sacia simples e isolada. Explorem!! Não façam da alimentação um sacrifício! Já disse isto aqui algumas vezes: não têm de sofrer para comer bem. Ok, pode custar no início quando eliminam certas coisas e não conhecem bem as opções, mas ao explorarem, ao provarem sabores diferentes, combinações diferentes, apaixonar-se-ão por outro tipo de alimentos. Não tenho saudades nenhumas do sabor dos animais, dos queijos ou dos ovos. Comecem por algum lado, pode ser pelo pequeno-almoço: em vez de torradas com manteiga, iogurtes e cereais, porque não um batido de fruta? Experimentem a receita de banana que coloquei abaixo! É incrível! Vão verificar que a energia para continuar o dia é bem diferente daquela que sentem com o pequeno-almoço habitual.

Tudo que comi nestes dias:

Dia 16

– 6 laranjas

– 400ml de sumo de laranja natural

– 350ml de sumo de laranja e cenoura

WP_20150407_16_42_09_Pro

– 1L de sumo de maçã

– 2 bananas + molho com 6 tâmaras (basta triturar as tâmaras com água na liquidificadora). Nem acredito que isto é tão delicioso!

IMG_2190

– 3 tigelas de sopa com batata + cenoura + alho francês + cebola + alho + espinafre baby leaf (eu e o meu filho andamos na fase das sopas)

IMG_2210

Dia 17

– 1,3L de batido com 7 bananas + 10 tâmaras + meio molho de salsa

IMG_2194

– 4 laranjas + 3 kiwis

– Sopa de batata + cenoura + alho francês + alho + espinafre baby leaf

– Puré de batata e cenoura

– Estufado com ervilha quebrada (adoro!), cenoura, tomate, alho francês, courgette e tofu bio de ervas
IMG_2201

– Salada de alface

Anúncios

Grata pelo feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s